colaboradores

IMG-20180608-WA0001                         Sociedade dos extremos

            …“Saímos de uma sociedade repressora, arbitrária, porém disciplinadora, em que os vários olhares formavam o cidadão.” Hoje, a sociedade encontra-se em frangalhos, como retalhos do consumismo desenfreado e do individualismo formalizado. Indivíduos introspectivos, sem direção, em busca de realizações imediatas. No momento da educação formal ou informal em que deveríamos direcionar aquele menino em desenvolvimento, nós nos encontramos abstraídos, perdidos no nada… ( PROFESSORA CELINA ALMEIDA)


 

Pensamento de criança Será, quanto serão? Será, só imaginação? Será que é tudo em vão? Será que é tudo oração? Será só isso mesmo? Será só um momento? Mas não compreendo. Será que não aguento? Procuro argumento para tanto será. Para que tantos documentos? Tanta cultura, para que racismo? Se a vida fosse a cabeça de criança. Criança seria tudo melhor. Texto escrito por Murilo Augusto de Almeida Galvão, aluno de nove anos do 4o ano da Escola Zezé Figueiredo de Guaratinguetá – SP.

Pensamento de criança

Será, quanto serão? Será, só imaginação?
Será que é tudo em vão? Será que é tudo oração?
Será só isso mesmo? Será só um momento?
Mas não compreendo. Será que não aguento?
Procuro argumento para tanto será. Para que tantos documentos?
Tanta cultura, para que racismo? Se a vida fosse a cabeça de criança. Criança seria tudo melhor.
Texto escrito por Murilo Augusto de Almeida Galvão,
aluno de nove anos do 4o ano da Escola Zezé Figueiredo de Guaratinguetá – SP.

( MURILO AUGUSTO DE ALMEIDA GALVÃO)


Anúncios